Cabo para Inversor de Freqüência (Simétrico)

Construção

Condutor:

Fios de cobre nu, têmpera mole. Encordoamento flexível classe 4 conforme NBR NM280

Isolação:

HEPR 90°C. Composto termofixo de etilenopropileno. Tensão de isolamento 0,6/1kV

Identificação dos condutores:

Veias pretas com numeração sequencial ou veias coloridas (mediante consulta).

Reunião:

3 condutores (fase) isolados e 3 condutores (neutro) de cobre nu, reunidos de forma intercalada. A seção de cada condutor neutro corresponde a 1/3 da seção total.

Blindagem:

Fita de cobre aplicada helicoidalmente sobre o conjunto reunido, com sobreposição mínima de 10% e em contato com o condutor neutro.

Cobertura:

PVC/ST-2 antichama na cor preta.

Aplicação

Os Cabos para Inversor de Frequência são utilizados na ligação do inversor de frequência ao motor trifásico de indução, com a finalidade de minimizar interferências eletromagnéticas, correntes indesejáveis e ruídos em geral, prevenindo a ocorrência de danos no motor, na operação e interferências nos circuitos adjacentes.

A principal vantagem do Cabo para Inversor de Frequência simétrico sobre os demais cabos para inversor de frequência consiste no equilíbrio das tensões induzidas no neutro, que são anuladas e consequentemente zeram a diferença de potencial entre o inversor e a carcaça do motor. Além disso, trata-se de um cabo com menor diâmetro externo e peso que os demais, o que facilita sua instalação e manuseio.

Normas aplicáveis

NBR 7286: Cabos de potência com isolação extrudada de borracha etilenopropileno (EPR, HEPR ou EPR 105) para tensões de 1kV a 35kV - Requisitos de desempenho

Temperatura máxima do condutor

Em regime permanente: 90°C

Em sobrecarga: 130°C

Em curto-circuito: 250°C

Nossas certificações demonstram
o nosso compromisso e
responsabilidade com o mercado.
ISO 9001 QUALIFIO
Dacota Cabos Elétricos